* Governador Robinson Faria é citado por delator em denúncia da Operação Dama de Espadas.

O juiz Ivanaldo Bezerra Ferreira dos Santos, da 8ª Vara Criminal de Natal, recebeu a denúncia oferecida pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte contra 24 acusados de cometerem o crime de peculato consistente no desvio de recursos públicos mediante a inserção fraudulenta de “servidores fantasmas” na folha de pagamento da Assembleia Legislativa do RN, suposto esquema que ficou conhecido com a deflagração da Operação “Dama de Espadas”, em agosto de 2015.

A ex-Procuradora-Geral Rita das Mercês é apontada pelo Ministério Público como mentora do esquema que desviou R$ 5,5 milhões dos cofres da Assembleia Legislativa, entre os anos de 2006 e 2011.

Em delação, Gutson Reinaldo, filho de Rita, acusado de desviar recursos do IDEMA, descobertos pela Operação Candeeiro, citou o governador Robinson Faria como beneficiário do esquema na Assembleia Legislativa. O deputado Ricardo Motta também aparece, bem como o desembargador Cláudio Santos.

Além da Operação Candeeiro, Gutson é investigado pela Justiça na Operação Dama de Espadas.
img_8388.jpg
Delação.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »