* As piores faculdades do Brasil, segundo avaliação do MEC; RN na lista.

e 2.109 instituições de ensino superior avaliadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), do Ministério da Educação (MEC), 313 tiveram avaliação insatisfatória, medida por meio do IGC (Índice Geral de Cursos).

O IGC é o indicador oficial de qualidade do ensino superior no Brasil, é calculado todos os anos e é de responsabilidade do MEC. A mais recente avaliação, do ciclo de 2015, cujos resultados eram aguardados no fim de 2016 foi divulgada na semana passada no site do INEP.

O índice vai de 1 a 5 e as notas na faixa 1 e 2 indicam mau desempenho passível de punição. Uma delas, por exemplo, pode ser até proibição de novos vestibulares até que medidas para a melhora de desempenho sejam postas em prática.

As avaliações são divididas entre universidades, institutos federais, centros universitários e faculdades. Confira aqui em texto na íntegra nas tabelas o ranking com quem foi “reprovado” neste último ciclo de avaliação:
Avaliações na pauta.
Exame
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »