* Advogado Antônio Mariz de Oliveira afirma que deixará a defesa de Michel Temer.

O advogado Antônio Mariz de Oliveira informou nesta sexta-feira (22) que deixará a defesa do presidente Michel Temer. O criminalista alegou que tomou a decisão de se desligar das ações judiciais que envolvem o presidente da República por questões éticas, em razão de ter atuado na defesa do doleiro Lúcio Funaro, que fez acusações contra Temer em seu acordo de delação premiada.

A assessoria do Palácio do Planalto afirmou que não vai se manifestar sobre a decisão de Mariz. 

O advogado de Temer tornou pública a decisão de deixar a defesa do presidente um dia depois de o Supremo Tribunal Federal (STF) encaminhar para a Câmara dos Deputados a nova denúncia contra o peemedebista apresentada pela Procuradoria Geral da República (PGR) por organização criminosa e obstrução de Justiça. 
Mariz é amigo pessoal de Temer.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »