* Rogério Marinho abre o jogo: a reunião em Brasília não foi para tratar da reeleição de Robinson Faria.

Será preciso muita articulação política e jogo de cintura para o governador Robinson Faria conquistar o apoio do PSDB potiguar à sua reeleição – um projeto que hoje ainda soa estranho no ninho dos tucanos do Rio Grande do Norte. Na manhã desta quinta-feira, minutos antes de embarcar para Natal, procedente de Brasília, o deputado federal Rogério Marinho (PSDB) confirmou que a candidatura do vice-governador Fábio Dantas ao governo do Estado agrega a simpatia de vários membros do partido, inclusive do presidente da Assembleia Legislava do RN, Ezequiel Ferreira de Souza.

“As posições vão ser colocadas em julho. Claro que Fábio (Dantas) tem a simpatia do próprio Ezequiel, a minha simpatia e de vários membros do partido. Então, a gente vai ter que conversar muito internamente pra tomar uma posição”, destacou.

Rogério Marinho esclareceu ainda que a reunião realizada ontem em Brasília teve como tema principal a discussão do apoio do PSD à candidatura presidencial do ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB), e não o apoio do PSDB ao governador Robinson Faria. “Houve uma reunião entre o PSDB e Democratas, a nível nacional, com a bancada do Nordeste, e o que foi tratado foi o apoio do PSD a Alckmin e não nenhuma implicação de formalização de apoio a  Robinson Faria. O partido continua do mesmo jeito e em julho a gente decide, a minha pessoal é a favor de Fábio Dantas”, ressaltou.

O Parlamentar, cuja postura é de defensor incondicional do nome de Fábio Dantas, disse que hoje o PSDB conta com oito deputados estaduais, o que deverá gerar uma ampla discussão interna sobre qual candidato ao governo o partido irá apoiar.
Rogério Marinho...
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »