* Bloqueio dos caminhoneiros impede que lixo de Apodi seja despejado no lixão e prejudica coleta.

As duas barreiras dos caminhoneiros nas entradas da cidade de Apodi estão prejudicando a coleta de lixo em todo o município. Os caminhões coletores estão impedidos de passar para despejar o lixo no aterro, que fica localizado na Chapada. A informação é da equipe da Secretaria Municipal de Urbanismo, responsável pelo serviço.

De acordo com o secretário Adjunto da pasta, Reginaldo Fernandes, a coleta está sendo prejudicada desde a sexta-feira (25), quando teve início o bloqueio na BR-405, na saída para Mossoró. Naquela ocasião, um dos caminhões e um trator ficaram presos na manifestação e impedido retornar à cidade.
Na manhã desse sábado (26), outro bloqueio foi montado na rodovia federal, na saída para Pau dos Ferros, tornando impossível a saída ou entrada de qualquer veículo pesado da cidade.

“Como o único caminho para o lixão está bloqueado, o nosso serviço de coleta de lixo está completamente comprometido. Não temos como despejar o lixo coletado no aterro”, explicou Reginaldo.

Para tentar reverter esta situação e liberar a passagem dos coletores, o prefeito Alan Silveira buscou o diálogo com os manifestantes ainda durante a noite de sexta-feira, mas o pedido não foi aceito. Mais cedo, o secretário Alan Rodrigues e o Adjunto já tinham tentado liberar o primeiro caminhão preso no bloqueio, mas também não conseguiram.

“Esta é uma situação crítica, porque os cuidados com o lixo é questão de saúde pública. Só temos dois caminhões coletores e um deles está preso. Agora vamos tentar viabilizar, o quanto antes, um local para despejo temporário do lixo que será coletado com o único caminhão que temos à disposição”, destacou o secretário Alan Rodrigues.

Conforme o cronograma da Secretaria de Urbanismo, a coleta de lixo que é realizada nos finais de semana e que está comprometida abrange o Centro comercial, Calçadão da Lagoa e rodovia BR-405.
PNEUS na pauta.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »