* Candidato ou não, Barbosa já agitou a política no país.

Vingando ou não, a candidatura de Joaquim Barbosa já agitou a fábrica política Joaquim Barbosa combina símbolos de direita e esquerda e chega forte ao páreo.

Resta saber se país racista como o Brasil suportaria um presidente negro. Reprovado pelo politicamente correto, Monteiro Lobato passou com louvor em futurologia. A eleição de Obama ressuscitou seu romance de 1926, com o qual o criador e algoz de Nastácia visara arrebatar os Estados Unidos.

“O Choque das Raças ou o Presidente Negro” imagina tecnologia prima da internet, práticas eugênicas, partido feminista e a organização política dos negros. Narra a triangulação dos americanos nas eleições de 2228, quando a divisão dos brancos, entre o Partido Feminino e o Masculino, redunda na vitória do líder da Associação Negra.

O enredo volta à cabeça quando um negro se apresenta com viabilidade à cadeira presidencial no aniversário de 130 anos da abolição da escravidão no Brasil.Vingando ou não, a candidatura de Joaquim Barbosa já agitou a fábrica política
Barbosa sem mostra nada de novo já agitou.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »