* MP confirma que ataques no RN são ordenados por facção criminosa.

Os motivos, de acordo com fonte ligada às investigações, estariam relacionados aos procedimentos que foram implementados no sistema prisional norte-riograndense, em especial, na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, maior complexo do RN. De sábado até quinta-feira (07), o Ministério Público atribui 12 ataques incendiários à facção criminosa.

De acordo com a fonte ouvida pela TN, a justificativa para esse ‘comando de ataques’ teria sido a perda de regalias por parte dos presos no sistema prisional potiguar que, de acordo com a fonte, voltou a ser controlado pelo poder executivo estadual.

“Eles [os apenados] reclamam muito de um procedimento que foi implementado.

Para o PCC (Primeiro Comando da Capital), se o agente mandar baixar a cabeça, isso para eles é opressão. Mas assim, se existe algum abuso, tem que ser apurado e já está sendo apurado. O MP faz visitas mensais em Alcaçuz e qualquer comissão que quiser pode também ter acesso para verificar se tem alguma lesão do direito dos presos”, disse.
Ataques...
Tribuna do Norte.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »