* Trump diz que Coreia do Norte 'está destruindo' centros nucleares, mas as sanções estão mantidas por enquanto.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta terça-feira (12), em coletiva após o encontro com Kim Jong-un, que a Coreia do Norte "já está destruindo seus principais centros de testes nucleares", mas que as sanções serão mantidas por enquanto. 

Durante este 1º encontro dos dois líderes, em Singapura, foi assinado um documento com o compromisso da Coreia do Norte com a desnuclearização completa da península coreana. O engajamento com o fim da produção de armas nucleares era uma condição imposta pelos EUA para a realização da histórica cúpula. 

Esse compromisso já consta na Declaração de Panmunjon, assinada após o encontro de líderes das duas Coreias, em abril. No entanto, os dois acordos não estabelecem metas ou detalhes de como serão colocados em prática a decisão para que o abandono da produção seja feito de forma completa, irreversível e verificável, como pedem os Estados Unidos. 

Em 2017 e no início de 2018, o Conselho de Segurança da ONU impôs sanções econômicas contra a Coreia do Norte, visando setores como do ferro, carvão, pesca, têxtil, do petróleo e derivados. As medidas restritivas, amplamente defendidas por Washington, foram aprovadas com o objetivo de pressionar Pyongyang a reduzir seus programas nuclear e armamentista.  
Trump e seu novo "amigo".
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »