* Imoral: Aumento do STF deve implodir teto de gastos, dizem especialistas.

Especialistas em contas públicas afirmam que o impacto do reajuste salarial de 16,38%, proposto pelos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quarta-feira, é "imprevisível e gigantesco", com potencial para implodir o teto de gastos públicos, diante do efeito cascata nas carreiras dos três poderes. O aumento ainda precisa ser aprovado pelo Congresso.

Segundo Gil Castello Branco, secretário da Associação Contas Abertas, o reajuste, se aprovado, terá efeito imediato em todo o Judiciário e nas carreiras atreladas à remuneração da Justiça, como Tribunal de Contas e Ministério Público. Também vai pressionar as contas dos estados, já em dificuldades financeiras, porque eleva as despesas com servidores do Judiciário nos entes federados.

O economista Raul Velloso alertou que o aumento pode implodir o teto de gastos da União em 2019 por causa do efeito cascata. No caso do Executivo e do Legislativo, mencionou, será preciso tomar a decisão de seguir o reajuste do Judiciário, mas "a pressão será enorme", disse.

— Se esse aumento for confirmado, ele provavelmente irá implodir o teto de gastos, que não se sustentará já em 2019 — diz Velloso.
Imoral essa turma.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »