* Robinson Faria procura bode expiatóriopara justificar seu desastre, diz Agripino.

O senador José Agripino Maia (DEM) rebateu as acusações do governador Robinson Faria (PSD) de que teria agido para travar a liberação de recursos federais para o Rio Grande do Norte no final do ano passado. Segundo o democrata, ao contrário do que fiz o governador, a bancada federal foi “absolutamente solidária” a Robinson no momento em que a crise financeira do Estado agudizou.

“Esse é um argumento infantil, de quem está procurando um bode expiatório para justificar os seus problemas”, devolveu Agripino, em entrevista à rádio 96 FM, após explicar que os deputados federais e senadores fizeram um esforço coletivo para solicitar o encaminhamento da verba.

De acordo com o senador, o que dificultou o envio de R$ 600 milhões para o Estado – valor acertado entre Robinson e o presidente Michel Temer, que editou medida provisória à época autorizando o repasse – foi a manifestação de um procurador federal de contas [Júlio Marcelo de Oliveira].
Agripino Maia.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »