* Delegado e pastor evangélico ligado a Bolsonaro quer presidir a Câmara.

O deputado federal João Campos (PRB-GO) anunciou que será candidato à presidência da Câmara na próxima legislatura, com aval de seu partido, um dos que formaram o bloco que ficou conhecido como Centrão.

A candidatura dele enfraquece o arco de alianças do atual presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que deseja disputar o cargo de novo. Integrante da bancada evangélica, Campos tem a simpatia do presidente eleito Jair Bolsonaro.

O parlamentar citou que pretende trabalhar aliado ao presidente eleito na nota em que se apresentou como candidato oficial do PRB – o partido é comandado por bispos da Igreja Universal do Reino de Deus, que se mobilizou para a apoiar a eleição de Bolsonaro, inclusive com o engajamento de seu principal líder, Edir Macedo.

Campos é pastor de outra igreja evangélica, a Assembleia de Deus Vila Nova – também é advogado e atuou como delegado da Polícia Civil de Goiás até se tonar deputado federal, cargo que ocupa desde 2002 – até 2016, foi filiado ao PSDB.  O líder do PRB, deputado federal Celso Russomanno (SP), foi sondado para compor a equipe de governo – pode assumir um ministério -, e declinou do desejo de disputar a presidência da Câmara, abrindo caminho para a candidatura de Campos.
João Campos na pauta.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »