* Grande Natal tem noite violenta com 6 mortes.

A noite desta quinta-feira (29) foi violenta na Grande Natal. Na capital potiguar e em Macaíba, foram registradas seis mortes em um intervalo de menos de duas horas. Ninguém foi preso. Entre as vítimas estão pai e filho, marido e mulher e um motorista de aplicativo.

Marido e mulher

A primeira vítima foi uma mulher, Kaline Freire da Silva, de 24 anos, encontrada estrangulada dentro de casa no bairro Lagoa Azul, na Zona Norte de Natal. A PM disse que recebeu o chamado por volta das 18h. A suspeita é que o marido dela, Leonardo Roseno da Silva, de 27, a tenha matado e depois cometido suicídio, usando uma corda para se enforcar. O corpo dele estava ao lado do corpo da esposa. 

Familiares contaram aos policiais que atenderam a ocorrência que Kaline e Leonardo passavam por um momento difícil, e que o casal estava em fase de separação.

Duplo atentado

No mesmo horário, no bairro de Pajuçara, também na Zona Norte da capital, dois homens foram baleados. Um deles, identificado como Anderson Rodrigues da Silva, de 22 anos, não resistiu. O outro, que tem 34, foi socorrido para o Hospital Santa Catarina. Ainda não há informações sobre o estado de saúde dele. 

A PM relatou que os dois estavam na frente da casa de um deles quando um suspeito se aproximou a pé e começou a atirar. Em seguida, fugiu. Anderson morreu na hora. O amigo foi levado ao hospital por familiares.

Pai e filho

Já por volta das 19h30, em Macaíba, pai e filho foram mortos a tiros. O duplo homicídio aconteceu na zona rural do município. A Polícia Militar ainda perseguiu um dos assassinos e houve troca de tiros, mas o bandido conseguiu fugir. 

As vítimas foram identificadas como José Rodrigues da Silva, de 58 anos, e Janilson Rodrigues da Silva, de 23. De moto, o pai havia ido buscar o filho no trabalho, em Natal. O destino era o distrito de Lagoa da Prata, onde moravam. 

Motorista de aplicativo

A última vítima da noite foi um motorista de aplicativo. O crime também aconteceu por volta das 19h30, e também na Zona Norte de Natal. 

Segundo a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Alisson José Nunes Azevedo, de 28 anos, recebeu um chamado para uma ocorrida, na qual quatro homens entraram no carro. Foi quando eles anunciaram o assalto e fizeram o motorista dirigir até a casa dele, no bairro Nossa Senhora da Apresentação.
Violência em Natal. 
G1/RN.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »