* Tribunal de Justiça comunica a Fátima que não tem sobra financeira.

A governadora eleita Fátima Bezerra (PT) esteve ontem (19) se reunindo com o desembargador Expedito Ferreira de Souza, atual presidente do Tribunal de Justiça do RN (TJRN) e com o Presidente eleito, desembargador João Rebouças.

Do TJ, a governadora deve ter saído com uma grande preocupação.

Ela ouviu de João Rebouças que praticamente inexistem sobras financeiras para devolução ao Governo do Estado.

Segundo Rebouças, as reservas em caixa foram utilizadas para cobrir pagamento dos servidores e construção da nova sede, tendo em vista atrasos no repasse do duodécimo por parte da atual gestão de Robinson Faria.

Um total de R$ 238 milhões foram utilizados para pagar os servidores do judiciário. E outro montante investido na sede própria.

Fátima estava acompanhada do vice-governador Antenor Roberto (PCdoB), do futuro senador Jean-Paul Prates (PT), do deputado Fernando Mineiro (PT), o assessor Adriano Gadelha e a promotora aposentada Armele Brennand.

No TJ, a comitiva foi recebida pelos desembargadores Expedito, João Rebouças, Cláudio Santos, Saraiva Sobrinho, Gilson Barbosa e Zeneide Bezerra, além do diretor-geral Luiz Mariz.
Esse cartucho foi queimado...
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »