* Lewandowski determina que governo pague reajuste de servidores em 2019.

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a suspensão de uma medida provisória que adiava o reajuste de servidores públicos federais de 2019 para 2020. Com a liminar, o governo federal terá de fazer o pagamento já a partir de janeiro.

O reajuste é uma despesa a mais para o governo de Jair Bolsonaro. O aumento no salário é válido a partir do dia 1º de janeiro e deve ser pago no início de fevereiro.
 
Com a suspensão, 209 mil servidores civis ativos e 163 mil inativos do governo federal devem ter aumento com porcentuais de 4,5% a 6,3% de aumento na remuneração, havia sido suspenso pela Medida Provisória 849/2018. O impacto é de 4,7 bilhões de reais em 2019, segundo o Ministério do Planejamento. Ele é válido para as carreiras médicos peritos, advocacia pública, polícia federal, entre outros. 

A decisão é provisória e o governo pode recorrer. Quem vai analisar o recurso é o presidente da corte, Dias Toffoli, responsável pelo plantão durante o recesso do tribunal.
E dali STF na pauta.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »