* Onyx terá de deixar governo se for comprovada ‘ilicitude’, diz Mourão.

O vice-presidente eleito, general Hamilton Mourão, afirmou nesta quarta-feira, 5, que, se forem encontradas irregularidades na investigação aberta contra Onyx Lorenzoni, o futuro ministro-chefe da Casa Civil de Jair Bolsonaro terá de deixar o futuro governo.

Na terça-feira 4, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin atendeu a pedido feito pela Procuradoria-Geral da República para abrir investigação sobre acusações de caixa dois feitas por delatores da J&F a Lorenzoni.
 
De acordo com o depoimento de delatores da J&F, Lorenzoni recebeu dois repasses de 100.000 reais, um em 2012 e outro em 2014. Na manifestação enviada pela PGR ao Supremo na semana passada, Raquel Dodge pediu a separação dos trechos das delações da J&F sobre caixa dois específicos sobre dez alvos que eram deputados e senadores à época dos fatos narrados e que seguirão com prerrogativa de foro em 2019.
Mourão na pauta.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »