* A lista da propina de Lula.

Nas alegações finais na ação do sítio de Atibaia, Leo Pinheiro listou como Lula ajudou a OAS em troca de reformas como a impermeabilização do lago e aquisição de armários para a cozinha.

O executivo disse que a construtora obteve facilitações para o cadastro na Petrobras, pedidos para receber pagamentos atrasados e interferência para contratação de um gasoduto entre Alagoas e Pernambuco.

“Nós fizemos várias obras na Petrobras ao longo desses anos, durante o governo do PT. Acredito eu que um montante de 5 a 6 bilhões de reais. Essas obras tinham um valor determinado de 1% para o PT”, disse Pinheiro em depoimento juntado nas alegações.

“O sítio, porque o presidente me solicitou. Eu não poderia negar até pelo nosso relacionamento, pelo que ele fez pela empresa eu tive que atender […] Na Petrobras, nós tínhamos muito problema. Nós não fazíamos parte do clube da Petrobras. Nós estávamos impedidos de atuar na Petrobras, isso foi uma briga muito grande para a gente poder participar”.

Abaixo, trecho de um documento da OAS registrando a obra:
Lula cada dia mais próximo da segunda condenação.
O Antagoinista
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »