* RN tem aumento de 33% nos repasses de royalties de petróleo e gás em 2018.

O Estado do Rio Grande do Norte recebeu um total de R$ 186,2 milhões em royalties de petróleo e gás no ano passado, segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). O crescimento é de 33% em relação a 2017, quando o governo recebeu R$ 139,1 milhões. 

O governo estadual quer antecipar os royalties previstos até 2022 e receber os valores ainda neste ano, para pagar salários atrasados. O Poder Executivo já conta com uma autorização da Assembleia Legislativa para antecipar os valores relativos a 2019, mas quer estendê-la para os demais anos da atual gestão. Há três folhas salariais em aberto, que custam juntas quase R$ 1 bilhão. 

Apesar do crescimento nos valores repassados pelo governo federal, o estado ainda recebeu recursos de royalties abaixo do valor de 2014, quando alcançou o auge de uma crescente que vinha experimentando. Naquele ano, a administração pública embolsou R$ 275 milhões. 

As prefeituras também registraram acréscimo nos repasses de royalties no ano passado, ao longo do ano passado - inclusive maior que do estado. A diferença foi de quase 37% em relação ao ano anterior. Foram R$ 250,7 milhões contra R$ 183,1 milhões no ano anterior. 

Mossoró, Macau e Guamaré, respectivamente, foram os municípios que mais receberam repasses de Royalties no ano passado. No acumulado do ano, a primeira cidade recebeu R$ 26,2 milhões, a segunda, R$ 20,2 milhões e a última, R$ 18,3 milhões. 
Repasses em alta...
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »