* O risco do "sim" na reforma da Previdência.

Em 2018, o governo Temer colocou em votação à reforma Trabalhista, o resultado para o "SIM" foi catastrófico para centenas de políticos. 

Em 2019, o governo Bolsonaro vai colocar em votação à reforma Previdência, a população em sua esmagadora maioria é contrária ao projeto sobretudo pela fragilidade governamental em explicá-lo.

O resultado do "SIM" ao Bolsonaro, esse que detonava à reforma é um risco eminente, fica a dica.

A reforma é necessária contudo os pontos cruciais não focam nos devedores e nos altos privilégios, fato.

O "Povão" tá ligado no "SIM" e a sua turma não tá sabendo explicar o "SIM".
Recado dado!
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »