* Pelo menos 70% dos servidores da Saúde em greve devem voltar a atuar nas unidades públicas do estado, determina TJRN.

Pelo menos 70% dos servidores da Saúde, que estão em greve, devem voltar a atuar nas unidades públicas do estado, decidiu a Justiça do Rio Grande do Norte.

A decisão do desembargador Amílcar Maia atendeu, parcialmente, o pedido do Estado, que queria a declaração de ilegalidade da paralisação. O magistrado ainda estabeleceu multa diária de R$ 10 mil, em caso de descumprimento.
Greve na pauta.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »