* Propinas e superfaturamento em obras dos aeroportos de Brasília e Natal.

José Antunes Sobrinho, sócio da empreiteira Engevix, também afirmou em delação obtida por O Globo que houve cobrança de propina na construção da área de tanques de combustível nos aeroportos de Natal e de Brasília.

Segundo o delator, duas operadoras da BR Distribuidora teriam procurado o empresário para avisar que as obras seriam superfaturadas para o pagamento de propina a agentes públicos.

“Disseram para o depoente que este deveria pagar um percentual, na forma de inclusão de sobrepreço no valor total do contrato a ser firmado com a Engevix nos dois aeroportos [Brasília e Natal] e, de imediato, uma vez aprovados os valores dos contratos, os adicionais de sobrepreço deveriam ser devolvidos pela Engevix para as empresas indicadas por tais pessoas”, afirmou Antunes.

O delator disse que um dos beneficiários da propina seria o ex-deputado petista Vicente Cândido.
Cadeia nos ladrões.
O Antagonista
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »