* RN SUSTENTÁVEL uma grandiosa herança da ex-governadora Rosalba Ciarlini.

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte e o Banco Mundial renovaram um contrato de R$ 600 milhões para ações em áreas como Educação, Saúde, Segurança, Turismo e Agricultura. Iniciado em outubro de 2013, com previsão para encerrar em maio deste ano, o programa, coordenado pela Secretaria de Estado de Gestão de Projetos, será estendido até 2021.

A governadora Fátima Bezerra (PT) comemorou, aliviada, o entendimento com a missão de fiscalização do Banco Mundial, concluído na sexta-feira, 12: “Temos muitas ações sendo realizadas e poderíamos nos deparar com um cemitério de obras caso o convênio fosse encerrado e não recebêssemos esses recursos.”

É para comemorar mesmo. Imagine um Estado quebrado, como é o caso do RN, perder R$ 600 milhões de investimentos em áreas vitais? Agora, o governo tem 22 meses para realizar os investimentos em projetos distribuídos por todas as regiões do Estado.

É importante lembrar, até como forma de reconhecimento, que o contrato do Rio Grande do Norte com o Banco Mundial trata-se do projeto “RN Sustentável”, criado e lançado pela gestão da ex-governadora Rosalba Ciarlini (foto), hoje cumprindo o quarto mandato de prefeita de Mossoró.

O RN Sustentável é um projeto multisetorial integrado que tem como meta contribuir com as mudanças no cenário socioeconômico do Rio Grande do Norte, através da implementação de um conjunto de ações articuladas, destinadas a reverter o baixo dinamismo do Estado. Um dos focos é a redução das desigualdades regionais. Outra meta é apoiar ações de modernização da gestão pública para prestação de serviços de forma mais eficaz e eficiente, visando à melhoria da qualidade de vida da população.

As ações do RN Sustentável, previstas desde a sua criação, são focadas em pontos importantes:

1 - Aumentar a segurança alimentar, o acesso à infraestrutura produtiva e o acesso a mercados para a agricultura familiar;

2 -  Melhorar o acesso e a qualidade dos serviços da educação, da saúde e da segurança;

3 - Melhorar os sistemas de controle de despesas públicas, dos recursos humanos e da gestão de ativos físicos, no contexto de uma abordagem de gestão baseada em resultados.

O RN Sustentável foi, sem dúvida, o maior legado deixado pelo governo Rosalba. Um contrato de 540 milhões de dólares, para ser executado em cinco anos, e que viabilizou investimentos importantes como, por exemplo, a construção do Hospital Materno Infantil de Mossoró, obra a=em andamento.

Foi o maior contrato celebrado pelo BID com o Governo potiguar na história do RN, e isso só foi possível porque naquele momento, em 2013, o Estado estava com as suas contas equilibradas e com poder de endividamento recuperado. 

A ação da gestão Rosalba Ciarlini pouco foi reconhecida, até porque os investimentos em obras só apareceram no governo seguinte, do ex-governador Robinson Faria (PSD), que tirou o nome de RN Sustentável para batizar de “Governo Cidadão”. O importante, porém, é que o projeto iniciado em 2013 continua beneficiando o RN e os frutos sendo colhidos, agora, pelo governo de Fátima Bezerra.
k
Rosalba Ciarlini, então governadora, com representante do Banco Mundial, lançando o RN Sustentável.
Cesar Santos 
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »