* Deputada do PSL acusa ministro do Turismo de ameaça de morte e de montar esquema de laranjas.

A deputada federal Alê Silva (PSL-MG) confirmou ter sido ameaçada de morte pelo ministro do Turismo de Jair Bolsonaro, Marcelo Álvaro Antonio.

Além disso, em depoimento à Polícia Federal (PF), nesta segunda-feira (13), a parlamentar acusou o ministro, que preside o PSL em Minas Gerais, de ter montado um esquema de candidaturas laranjas.
“Confirmei a forma como eu cheguei até o esquema, e da minha convicção de que ele tenha sido orquestrado pelo ministro”, declarou Alê, ao sair da PF.

A deputada assegurou ter identificado irregularidades analisando as contas das quatro candidatas derrotadas que fizeram inicialmente a denúncia.

“Vi que tinham recebido valores expressivos do fundo de campanha, e que esse dinheiro teria sido repassado para empresas de propriedade de assessores de Marcelo Álvaro”, disse.

Cargos

Ela disse, ainda, que, após as denúncias, o ministro passou a oferecer cargos para aliados que teriam envolvimento com o esquema. “Marcelo Álvaro trouxe todo mundo para perto de si e tenta, com isso, se blindar. Ninguém larga a mão de ninguém”, afirmou.
Muito grave...
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »