* “É um retrocesso muito grande”, diz Robalinho sobre escolha de Aras.

José Robalinho Cavalcanti, ex-presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República, considera “um retrocesso muito grande” a escolha de Augusto Aras para o comando da PGR.

“Há sentimento de frustração muito grande. Não é só candidato fora da lista tríplice, mas contra a lista, dizendo que era um erro. Ele deu a impressão de que era preciso ter um procurador-geral que enquadrasse a casa. A resistência vai ser muito grande. Gosto intelectualmente dele, tem requisitos, mas a forma como chegou e as ideias que defendeu gerarão revolta muito grande.”
Eita seu moço.
Anyagonista
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »