* Michael Schumacher é levado a hospital de Paris para tratamento sigiloso.

O ex-piloto alemão Michael Schumacher foi internado no hospital Georges-Pompidou, em Paris, nesta segunda-feira, 9, para realizar “um tratamento no mais alto sigilo”, informou o jornal francês Le Parisien. Segundo a publicação, o heptacampeão de Fórmula 1 foi admitido na unidade de supervisão contínua do serviço de cirurgia cardiovascular do professor Philippe Menasché, “pioneiro em terapia celular para tratar insuficiência cardíaca”.

Schumacher está recebendo “injeções de células-tronco que são transmitidas no organismo no objetivo de realizar uma ação anti-inflamatória sistêmica, ou seja, em todo o organismo”, explica o Parisien. “O tratamento deverá começar nesta terça-feira pela manhã, o paciente deverá deixar o hospital na quarta-feira”, continuou o jornal, que garante que Schumacher já teve duas passagens pelo hospital Georges-Pompidou no ano passado.
 
O diário divulgou uma foto da ambulância amarela que levou Schumacher ao hospital e detalhou a passagem do ex-piloto pelos corredores. “A maca do paciente foi coberta por um pano azul marinho, que escureceu completamente seu corpo e rosto. Um importante dispositivo de segurança composto por cerca de dez pessoas acompanhou o andamento da maca.”

Procurado, o hospital “nem confirmou, nem negou” a informação, que é protegida pela confidencialidade entre paciente e médico. A família e o staff do ex-piloto, de 50 anos, não quiseram se pronunciar.

Schumacher não é visto em público desde que sofreu um traumatismo craniano ao sofrer um grave acidente de esqui em 29 de dezembro de 2013 em Méribel, nos Alpes franceses. Desde então, pouquíssimas informações foram reveladas sobre seu estado de saúde.
O melhor dos melhores não merecia esse triste pesadelo seu moço.
(com agência AFP)
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »