* Fraudes: Após ataques, Evo Morales anuncia que convocará novas eleições na Bolívia.

O presidente da Bolívia, Evo Morales, decidiu neste domingo (10) convocar novas eleições gerais e renovar a totalidade de magistrados do Tribunal Supremo Eleitoral (TSE), depois da publicação de um informe de auditoria da OEA que invalida as eleições de 20 de outubro.

“Decidi renovar a totalidade de membros do tribunal supremo eleitoral”, disse Morales em um anúncio pela televisão. Informou também que vai “convocar novas eleições nacionais, que por meio do voto permitam ao povo boliviano escolher democraticamente novas autoridades”, acrescentou.

A Secretaria-Geral da OEA pediu neste domingo a anulação do primeiro turno das eleições da Bolívia, realizadas há três semanas e qualificadas de fraudulentas pela oposição, e a realização de novas eleições com um órgão eleitoral, em um comunicado.

“O primeiro turno das eleições realizado em 20 de outubro passado deve ser anulado e o processo eleitoral deve começar novamente, efetuando-se o primeiro turno assim que existirem novas condições que deem novas garantias para sua realização, entre elas uma nova composição do órgão eleitoral”, diz o comunicado.

Morales denunciou neste sábado que a casa de sua irmã na região de Oruro (sul) foi incendiada por “grupos irregulares” no âmbito de um plano para derrubá-lo.
Evo Morales atestando a fraude seu moço.
Veja
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »