* Navio fantasma que passou no litoral potiguar deixou rastro no oceano antes da chegada de embarcação grega.

Um navio que passou no litoral potiguar em 24 de julho e deixou um rastro negro visível numa imagem de satélite não era localizável por meio de transponder na ocasião, sinal de que pode ser uma embarcação fantasma. A informação é da multinacional grega Marine Traffic , que monitora tráfego naval no planeta inteiro.

A pedido do GLOBO, a empresa fez uma busca em seu banco de dados para cruzar com a imagem de satélite, que mostrava a embarcação 40 km ao norte de São Miguel do Gostoso (RN) entre 8h e 8h06 do dia 24 de julho. O navio é alvo de cientistas da Universidade Federal de Alagoas na investigação sobre derramamento de óleo no Nordeste.

Segundo a Marine Traffic, nenhum dos cinco navios gregos que o governo brasileiro destacou como suspeitos se encaixa em sua fotografia. Porta-voz da empresa, Giorgios Hatzimanolis ressaltou que não se sabe se um navio com transponder desligado está necessariamente se escondendo, embora alguns o façam.
Agora torou dentro seu moço.
O GLOBO
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »