* BOMBA: Prefeita de Umarizal é omissa na prestação de contas e pode ter cometido crime de responsabilidade, afirma TCE.

Os bastidores na cidade de Umarizal surpreendem a cada dia. A terra do gavião tem sido motivo de diversas denúncias recebidas por esta página, e uma agora pode culminar em dor de cabeça pesada à Prefeita Elijane Paiva.

Segundo o Tribunal de Contas do Estado do RN (TCE/RN), a Prefeita Elijane Paiva foi omissa quanto a prestação de contas dos anos de 2017 e 2018 (tanto da gestão, como suas) junto ao órgão fiscalizador e, a partir disto, opina o Tribunal pela desaprovação das contas, devendo ser apurado crime de responsabilidade, improbidade administrativa, além de outras sanções cabíveis.

O processo acerca da prestação de contas de 2018 encontra-se em fase de citação, tendo a Prefeita o prazo de 20 dias para apresentar sua defesa.

Já quanto ao processo que envolve as contas de governo de 2017, a prefeita foi mais além, tendo sido revel (ou seja, sequer apresentado defesa), em análise de mais uma omissão das contas dos cofres municipais, tendo sido expedido parecer desfavorável contra a prefeita, aguardando agora decisão do Tribunal de Contas.

Seja contas de governo, ou contas da chefe do executivo, a verdade é que, ao que se demonstra, Elijane Paiva não está muito interessada em prestar contas do que faz com o dinheiro público, o que se nota a partir de suas condutas junto ao principal órgão técnico fiscalizador. Não se sabe se seu comportamento se mantém junto à Câmara Municipal, onde, frise-se, não tem minoria.

Não caberia à Casa Legislativa de Umarizal, ao menos uma vez, se impor e cobrar da Prefeita informações sobre os gastos públicos? Enquanto isso, a gestora faz inauguração de obras, criticando a oposição.

É o famoso pão e circo. Festas e inaugurações, enquanto a questão legal e técnica fica à míngua, além de salários atrasados e outros problemas que assolam a gestão, chegando à possibilidade de cometer crime de responsabilidade e, acaso sofra alguma sanção, incorporar o petismo e gritar: “é gópi!”.
A prefeita precisa entender que dinheiro público não é seu, que faz o que bem entender, sem prestar contas a ninguém. Vamos acompanhar o desenrolar dos fatos.

Ah, e pra completar, foi notificada a Prefeita acerca de ter ultrapassado o limite prudencial.
Acorda, prefeita!

Os arquivos abaixo demonstram tudo ora exposto, os quais são públicos e podem ser retirados no site do TCE/RN.

Eita lê lê seu moço...
Território Independente
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »