-

* Chefe do Centrão emplaca aliado na Funasa.

“Um dos líderes da tropa governista na CPI da Covid, o senador Ciro Nogueira emplacou um aliado em um cargo cobiçado em Brasília”, diz a Crusoé.

“Ex-prefeito de Água Branca, o piauiense Jonas Moura de Araújo foi nomeado para o comando do Departamento de Engenharia da Funasa. A nomeação do aliado de Ciro Nogueira é assinada pelo ministro da Casa Civil, general Luiz Eduardo Ramos.”

Ciro Nogueira merece. Ontem ele fez a Luiz Henrique Mandetta uma pergunta encaminhada pelo ministro da Propaganda de Jair Bolsonaro.

Ciro Nogueira é "rato" governista.
Antagonista

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

1 comentários:

Escrever comentários
5 de maio de 2021 13:56 delete

Infelizmente, esse tipo promíscuo de relações de poder político, é comum em nosso país: A troca de favores objetivando a defesa de interesses privados, em detrimento do interesse público.

Prática deplorável essa que muitas vezes acaba transformando o Parlamento em um verdadeiro balcão de negócios, onde prevalece o fisiologismo, negociando-se votos em troca de vantagens ou cargos, reduzindo-se assim as casas legislativas a um autêntico mercado a céu aberto, que funciona na base do "toma lá, dá cá", sem qualquer compromisso com o povo e em prejuízo de toda a Nação.

O fato é que - durante a campanha eleitoral -, Bolsonaro jurou de pés juntos que jamais “negociaria” com deputados e senadores e fez pesadas críticas contra o fisiologismo dos partidos que compõem o chamado Centrão, prometendo solenemente aos seus eleitores que em HIPÓTESE ALGUMA ABRAÇARIA A POLÍTICA DO TOMA LÁ DÁ CÁ e QUE SEU GOVERNO IMPLANTARIA UMA “NOVA POLITICA” NO PAÍS.

Não é porém o que se vê hoje nas manobras e estratégias do governo federal:

“Um dos líderes da tropa governista na CPI da Covid, o senador Ciro Nogueira emplacou um aliado em um cargo cobiçado em Brasília”.

É a isso que Bolsonaro chama de “nova política” ?!!

Responder
avatar