-

* Nossa: Ex-deputado Jean Wyllys anuncia saída do PSOL e filiação ao PT.

 Após cerca de 11 anos no partido, o ex-deputado federal Jean Wyllys, 47, anunciou, nesta quinta-feira (20), a sua saída do PSOL (Partido Socialismo e Liberdade) e a filiação ao PT (Partido dos Trabalhadores) em entrevista concedida à revista “Veja”.

Um evento online para o anúncio oficial está previsto para ocorrer na próxima segunda-feira (24). O ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff devem participar do encontro virtual. “Só quero saber do que pode dar certo. Não tenho tempo a perder”, resumiu ele, nas redes sociais. O PT, por sua vez, deu as boas vindas ao novo integrante do partido.

Durante a entrevista, Wyllys demonstrou entusiasmo com desempenho de Lula nas pesquisas eleitorais e disse que a esquerda precisa se unir para derrotar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). “As pesquisas mostram que Lula é o único capaz de tirar Bolsonaro do poder. Agora é hora formar uma frente democrática, não fragmentá-la”, avaliou.

Em 2019, Wyllys decidiu abrir mão do novo mandato legislativo devido a quantidade de ameaças que vinha recebendo. Segundo ele, o número de mensagens hostis aumentou consideravelmente depois do assassinato de sua correligionária Marielle Franco, em março de 2018. Desde então, o então parlamentar vivia sob escolta policial.

Após deixar o cargo, Wyllys decidiu morar fora do Brasil, mas o seu paradeiro se tornou uma incógnita durante algum tempo. Agora vive na Espanha, onde se dedica ao doutorado em Ciências Políticas na Universidade de Barcelona.

Vai vender de novo seu moço?
FOLHAPRESS

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »