* “Nasce a oligarquia do PT no RN”

“Nasce no estado a oligarquia do PT, que tem governadora, senador, deputado federal e estadual e aliados fortes. Oligarquia velha e construída no governo federal, ao longo dos últimos 16 anos de poder. Temo que Fatima venha apenas com o velho discurso de vítima, culpando Robinson e Bolsonaro pela sua gestão, que já nasce cheia de pessimismo. 

Ocorre que o estado que se encontra nosso RN, decorre sobretudo da política salarial, implementada como bandeira, usada desde 1994, que demonstra o envelhecimento da oligarquia do PT, que já nasce velha e que são os maiores responsáveis pelos problemas que seus aliados e ele mesmo tornaram nosso RN, claro que sob o manto da conivência de quem estava governando nesse período. Os gastos públicos no estado tiveram redução no custeio, nas despesas com os Poderes – que também precisam continuar a reduzir, porém no quesito pessoal, aumentou em mais de 40% a folha e continua aumentando, o que causa injustiça a maioria do servidores que pagam com o atraso salarial, muito mais cruel, que aliado às altas taxas de juros trazem o desespero aos servidores e a nossa economia, sem falar da previdência que mais que dobrou as despesas. 

Governar o RN é um pouco diferente do Governo Federal pois não temos a Casa da Moeda, que fabrica o dinheiro, como era nos tempos de aliada do Presidente. Quando tive a oportunidade enviei medidas necessárias para a Assembleia aprovar, nada muito distante do que foi aprovado em outros estados governados pelo PT. Também nunca me faltou coragem para romper com Robinson, quando queria sua reeleição. 

Agora como cidadão, serei apoiador de atitudes corajosas que terão o nosso aplauso, mas que omissões, covardia ou oportunismo político serão denunciados e combatidos. Infelizmente, só sobrou agora rasgar o discurso e promover privatizações, aumentar alíquotas previdenciárias e adequar o direitos dos servidores, isso derivado de uma velha oligarquia que se diz contra outra, sob pena de ser mais um enorme fracasso. Durante décadas o discurso contra marcou a luta pelo aumento dos gastos públicos, especialmente no tocante à implementação de dezenas de planos de cargos e salários. Quando demandado tive a coragem de mandar medidas que solucionavam. O RN não precisa de candidatos que são eleitos para reclamar dos problemas atuais, mas de trazer soluções para nosso Estado de mais de 3 milhões de habitantes. Continuo torcendo que tudo dê certo e que eu esteja errado. 

Continuo torcendo. Que Deus nos proteja. Feliz 2019! Fábio Dantas”
Recado dado...
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »