* Apodi: A Escola Municipal 12 de outubro é uma bomba-relógio para a segurança e a vida dos alunos e funcionários.

Em fiscalização à Escola Municipal 12 de outubro, no município de Apodia constatação imediata é extremamente preocupante. Não há condições nenhuma de funcionamento e é visível a situação comprometida de toda a estrutura do prédio, desde a parte elétrica, hidráulica, até as condições físicas de paredes, pilares, vigas e tesouras.

Na manhã de hoje (13), os vereadores Gilvan Alves, Bebé Gama e Genivan Varela, atendendo aos anseios dos pais de alunos, estiveram no local pra constatar a gravíssima condição do prédio da instituição de ensina do município.

Visivelmente percebido, o cenário é de crítico e o sentimento dos funcionários é de apreensão e de desassossego. Em relatos, os mesmo acionaram a defesa civil e expuseram acontecimentos que colocaram em risco a vida das crianças, como a queda de um ventilador de teto na cabeça de um aluno, que por sorte, não teve um final trágico. Em outro momento, um incêndio na estrutura elétrica teve que ser apagado pelos pais e funcionários, exatamente no momento da chegada dos estudantes para a aula.

A fossa séptica estourada e exposta ao ar livre na rua, a madeira da estrutura do telhado sem nenhuma condição, a cobertura não resiste a chuvas, expondo a estrutura elétrica, ventiladores e computadores a água, sempre que chove. O piso cedendo em salas, paredes em situação de desabamento, inclusive do muro principal.

Em meio à tragédias recentes no país, servidores da escola externaram a todo mundo a preocupação com sua segurança e principalmente das crianças.

A grande questão é: O prefeito vai esperar acontecer um acidente grave pra tomar alguma providência?

É gravíssima a situação. Os parlamentares, de posse de imagens e dos relatos de funcionários, e do abandono da gestão, encaminharão ao Corpo de Bombeiros para as providências.

Detalhe: Com a palavra a gestão!
h
Imagens...
Vídeo na pauta... 
Assessoria dos parlamentares.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »