* Rádio da Paraíba divulgou pesquisa sem registro da eleição de Passa e Fica.

Nas eleições suplementares de Passa e Fica, que acontece até as 17h, tudo vale para influenciar o voto do eleitor indeciso. Até pesquisa sem registro divulgada pela manhã na Rádio Talismã, que fica no município paraibano de Belém, mas tem grande audiência na região Agreste Potiguar. 

Os números beneficiam o candidato da família Lisboa, Celú Lisboa (PSB) com grande vantagem, diferente do clima vivido na cidade e nas últimas eleições, onde em 2016 a vitória do prefeito cassado Léo Lisboa (PSD) foi com menos de 3%, em um eleitorado de 8 mil pessoas. A 12a Zona Eleitoral emitiu certidão que não houve registro de pesquisa para ser divulgada hoje pela Rádio Talismã. 

De acordo com a Resolução TSE 23.549/2017, a divulgação de pesquisa sem o prévio registro das informações sujeita os responsáveis à multa no valor de R$ 53.205,00 a R$ 106.410,00 (Lei nº 9.504/1997, arts. 33, § 3º, e 105, § 2º). Por outro lado, a divulgação de pesquisa fraudulenta (falsa) constitui crime, punível com detenção de seis meses a um ano e multa no valor de R$ 53.205,00 a R$ 106.410,00.
Cartório na pauta.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »