* Em audiência pública, Diretor-Presidente garante compromisso da CODERN com o desenvolvimento do RN.

O Porto de Natal foi tema de debate na tarde desta terça-feira (12) em uma audiência pública ocorrida na Assembleia Legislativa por proposição do deputado Ubaldo Fernandes. A Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN), autoridade responsável pelo Porto, esteve presente e representada pelo seu Diretor-Presidente, o Almirante Elis Treidler Öberg.

A discussão girou em torno da suspensão de atividades de exportação pela CMA-CGM, empresa que possui uma linha semanal de Natal para portos na Europa, mas decidiu paralisar no mês de março em decorrência da apreensão de drogas. Na oportunidade, o Diretor-Presidente garantiu que vai apresentar em 90 dias um Plano de Ação com medidas a serem tomadas visando recuperar a certificação do Código Internacional para Proteção de Navios e Instalações Portuárias (ISPS CODE).

“Estamos reavaliando todos os nossos processos de segurança, entrada de pessoas e viaturas; readaptação da sala de controle de vídeo, com ampliação das 40 câmeras conectadas à sala para 80; e estabelecimento de novo quantitativo de pessoal necessário, com a convocação de concursados”, afirmou o Almirante Öberg.
 
Em relação ao scanner, o Presidente disse que a CODERN está fazendo a cotação para aquisição ou aluguel de um equipamento que atenda as exigências da Receita Federal do Brasil. “Quero afirmar aqui, de público, o compromisso inalienável da CODERN com o desenvolvimento do Rio Grande do Norte”, finalizou o Diretor-Presidente.

A audiência pública teve a presença de representantes da Receita Federal, classe produtiva, líderes sindicais, deputados e imprensa.
CODERN na pauta.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »