* Caraúbas: Cozinha comunitária e chegada de água trazem vida nova às mulheres de Ursulina.

Faz pouco tempo que a vida de Janaína Fernandes e Odineide Gomes passou por uma transformação. Moradoras do Assentamento Ursulina, em Caraúbas, elas agora têm mais tempo para se dedicar à outra atividade além de cuidar da casa: estão fabricando bolos, pães e salgados na cozinha comunitária que foi reformada e ampliada pelo Governo do Estado, garantindo uma renda extra e mais autonomia dentro de casa. É que depois que a água chegou na comunidade, a vida das 48 famílias mudou para melhor.

Antes cada casa tinha direito a três galões de água por dia. Era com essa quantidade escassa que o grupo de mulheres se desdobrava para cozinhar as delícias que atualmente são vendidas pelo Compra Direta à Conab e ao programa municipal de merenda escolar. “Cada uma trazia uma coisinha de casa e um balde na cabeça pra gente cozinhar. Tudo mudou com a chegada da água. Novas portas estão se abrindo”, celebra Janaína.

O secretário de Gestão de Projetos e coordenador do Governo Cidadão, Fernando Mineiro, esteve na comunidade recentemente e pôde constatar a transformação social vivida pelos moradores. “As mudanças em Ursulina nos mostram que o Governo está no caminho certo. Promover o acesso à água e fomentar a produção da agricultura familiar representam mais dignidade e qualidade de vida para o nosso povo”, diz.

Por meio do Governo Cidadão, Sethas e Banco Mundial, foram investidos R$ 254 mil para levar água às residências e revitalizar a cozinha comunitária. A escassez e o abastecimento por carro-pipa deram lugar à água na torneira. Os afazeres domésticos comuns à grande maioria das mulheres da comunidade se tornaram um fardo menor de carregar.

“É maravilhoso abrir a torneira da pia e ver água saindo. Não tem mais sofrimento para lavar louça nem roupa”, conta Odineide. O sistema de abastecimento de água implantado envolveu a perfuração de um poço tubular, construção de uma mini-adutora e uma caixa d’água elevada, além de ramais que levam o bem até as residências. A revitalização da cozinha industrial também foi feita, com um sistema de reuso de águas cinzas para o quintal produtivo, cuja produção está sendo destinada aos produtos fabricados pelas mulheres.
Obra do governo do RN.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »