* Grave: O “erro imperdoável” de Santos Cruz.

Quando falou num provável tsunami, Jair Bolsonaro comentou também que “alguns erram, uns erros são imperdoáveis”.

Ele já estava informado de conversas impróprias do general Santos Cruz, com referências depreciativas ao presidente da República.

A gota d’água para Bolsonaro teria sido uma piada envolvendo um possível golpe para “colocar o Mourão”.

Para o presidente, esse foi o erro imperdoável.

A exoneração será uma prova que Olavo manda no tal Bolsonaro.
 Antagonista
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »