* Após denunciar ‘pedidos não republicanos’, presidente da ABDI é exonerado.

Em decreto publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira 4, o presidente Jair Bolsonaro exonerou Luiz Augusto Ferreira, conhecido como Guto Ferreira, da presidência da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), órgão vinculado ao Ministério da Economia. 

Guto deixa o cargo quatro dias após afirmar, em entrevista exclusiva a VEJA, que recebeu “pedidos não republicanos” – não detalhados – de Carlos da Costa, secretário especial de Produtividade e Emprego do Ministério da Economia. 

Fundada em 2004, a ADBI tem o objetivo de melhorar a competitividade da indústria nacional. Com mandato de quatro anos, Igor Nogueira Calvet assume a presidência da entidade. Costa, que negou ter cometido qualquer irregularidade, a princípio segue no cargo.
Vítima do Brasil "sem corrupção"
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »