* Walter Alves é membro titular da CPMI das Fake News.

O deputado federal Walter Alves (MDB-RN) é um dos dezesseis deputados que compõem a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Fake News como membro titular. Instalada na última quarta-feira (4) no Congresso Nacional, a CPMI tem como presidente o senador Ângelo Coronel (PSD-BA), e a deputada Lídice da Mata (PSB-BA) foi indicada como relatora.
Para Walter Alves, o trabalho da CPMI será de fundamental importância para a sociedade. “É um assunto que está em pauta praticamente todos os dias. E não se restringe às eleições. Todos podem ser vítimas de crimes cibernéticos. Nosso mandato participará ativamente do debate”, afirma o parlamentar.
O requerimento para a criação da CPMI foi feito pelo deputado Alexandre Leite (DEM-SP) e recebeu o apoio de 276 deputados e 48 senadores. Composta por 16 senadores e 16 deputados – além de 32 suplentes –, a CPI mista terá 180 dias para investigar a criação de perfis falsos e ataques cibernéticos nas diversas redes sociais, com possível influência no processo eleitoral e debate público.
Outro problema que será abordado pela comissão diz respeito à prática de cyberbullying contra autoridades e cidadãos vulneráveis, assim como o aliciamento de crianças para o cometimento de crimes de ódio e suicídio.
Walter Alves na pauta...
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »