* Agora: Bolsonaro sobre áudio: “Queiroz cuida da vida dele, eu cuido da minha”.

O presidente Jair Bolsonaro se esquivou novamente de perguntas da imprensa nesta quinta-feira (24) ao ser confrontado sobre o áudio do ex-assessor Fabrício Queiroz, no qual ele discute cargos no Congresso em nome de Flávio Bolsonaro. O presidente disse em Pequim, após jantar com empresários brasileiros, que não ouviu os áudios e ameaçou abandonar a entrevista.

“Eu não sei dessa informação. Por favor, por favor. O (Fabrício) Queiroz cuida da vida dele, eu cuido da minha”, disse o presidente a jornalistas. “Por favor, a minha preocupação aqui para eu não acabar a entrevista com vocês é tratar das questões do interesse de todos os brasileiros”, prosseguiu.

Em outro momento, ao ser questionado novamente sobre as falas do ex-assessor, Bolsonaro pergunta: “Ele falou que está negociando cargo, é isso?”. Em seguida complementa: “Eu não falo com o Queiroz desde que aconteceu esse problema”, em referência às denúncias sobre as suspeitas de prática da rachadinha no gabinete do filho, Flávio Bolsonaro, quando ele era vereador na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, em 2018.

O senador Flávio Bolsonaro afirmou, através de nota oficial por meio de sua assessoria, que “não mantém qualquer contato com Fabrício Queiroz há quase um ano”.

A nota da assessoria de Flávio diz: “o áudio comprova que seu ex-assessor não possui qualquer influência junto ao gabinete do senador, tanto que sugere ao suposto interlocutor buscar outros caminhos para ter acesso a cargos”.
Mui amigos num passado próximo.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »