-

* Girão ataca Barroso e sai em defesa das Fake News.

O deputado federal General Girão se referiu ao ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) como “professor de Deus” em uma postagem em que afirma que o Supremo quer promover a censura nos aplicativos de mensagens. 

A fala do deputado se deu após a informação de que Barroso, que preside o TSE, quer a ajuda do Telegram para combater a desinformação. Segundo o ministro, o aplicativo é porta de entrada para fake news sobre as eleições.

“É por meio do Telegram que muitas teorias da conspiração e informações falsas sobre o sistema eleitoral estão sendo disseminadas sem controle”, argumentou o magistrado, ofício enviado ao CEO do app, Pavel Durov.

“Além de querer legislar, o STF, por meio de um dos seus Prof de Deus também quer promover a censura nos aplicativos de mensagens. Deveria ficar no seu papel Constitucional. Quantos votos VExa teve? Será que ainda existe algum cidadão lúcido capaz de acreditar nesse senhor?”, escreveu o deputado General Girão. com informações do Grande Ponto

Girão foi uma péssima escolha feita em 2018, fora parasita!

Só serve pra adular o presidente e servir de papagaio seu moço.

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

1 comentários:

Escrever comentários
Unknown
AUTOR
27 de dezembro de 2021 18:33 delete

Boa noite. Com todo o respeito ao seu direito de ter liberdade nas publicações, solicito que no caso em particular, eu não citei que defendia as Fake news. Apenas, acho que uma afirmação como essa, tem o objetivo de ameaçar quem ousar publicar algo contra a lisura do processo eleitoral. O mundo todo sabe que não existe meio eletrônico livre de sofrer uma invasão nos dados

Responder
avatar