-

* PT aprova chapa Lula-Alckmin e prevê 'eleição mais dura' desde a redemocratização.

 O diretório nacional do PT acaba de aprovar a indicação de Geraldo Alckmin para ser candidato a vice na chapa encabeçada por Lula na corrida presidencial deste ano.

No último dia 8, o PSB, partido ao qual o ex-governador de São Paulo se filiou em março, confirmou a indicação dele. Além da aprovação pelo diretório nacional do PT, o que ocorreu há pouco, o partido precisará dar mais um aval em um encontro nacional marcado para os dias 4 e 5 de junho.

Em resolução, o PT diz que a aliança com o ex-tucano, que disputou a Presidência com Lula em 2006, é “importante passo” para “consolidar a unidade do campo popular”.

“O PT deve buscar ampliar o apoio a Lula em outros setores políticos e sociais do campo democrático.”

Os petistas também falam em “ampliação política necessária para derrotar Bolsonaro, num processo eleitoral que já se revela o mais duro desde a redemocratização do país”.

Ainda no documento aprovado, o PT reforça que vai encarar a eleição presidencial como uma disputa entre “democracia e fascismo”.

“No polo democrático, é a candidatura de Lula que tem reais possibilidades de aglutinar a maioria do sociedade, em torno de um programa de enfrentamento e substituição das políticas neoliberais e privatistas, de reafirmação da soberania e das políticas de crescimento sustentável com justiça social, de resgate dos direitos e das conquistas da classe trabalhadora, de retomada dos direitos humanos, coletivos e individuais; enfim, um programa capaz de trazer paz e prosperidade para o povo brasileiro.”

Fechados.

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

1 comentários:

Escrever comentários
Willy Gama
AUTOR
13 de abril de 2022 21:23 delete

Político é muito cara de pau mesmo!! O que um já falou do outro... aí hoje estão se amando!!!

Responder
avatar