* Bolsonaro terá que alterar regras para ter acesso prévio à prova do Enem.

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) terá que mudar normas administrativas para conseguir acesso antecipado ao conteúdo do Enem a partir do ano que vem. E, se quiser evitar eventuais questionamentos judiciais, deverá fazer até mesmo ajustes da legislação. 

Crítico de perguntas feitas no exame deste ano, como uma menção a linguagem da comunidade LGBT, Bolsonaro disse que pretende “tomar conhecimento” das questões com antecipação, para privilegiar “questões realmente voltadas ao que interessa”. 

A intenção provocou reação de educadores, para quem há risco à credibilidade técnica e ao sigilo do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), que neste ano teve 5,5 milhões de alunos inscritos.

Segundo especialistas ouvidos pela Folha, é preciso que Bolsonaro faça mudanças nas regras atuais para atenuar possíveis contestações judiciais. Mas isso poderá ser feito pelo futuro presidente sem muita dificuldade.
Vá se preocupar com outra coisa, seu moço.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »